Mulheres na tecnologia

Ranking Forbes ""mulheres mais poderosas na tecnologia""

Segundo o PNAD, as mulheres representam somente 20% dos profissionais de tecnologia. Veja este e outros dados relacionados a diferença de gênero no ramo de TI.

 

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), as mulheres representam apenas 20% dos profissionais de TI no Brasil. O fato de a área de tecnologia ainda ser composta majoritariamente pelo gênero masculino é observado de forma global. O estudo Diversity in Tech 2017 apontou a seguinte participação feminina no quadro de funcionários em algumas das gigantes da tecnologia, como na Microsoft, onde somente 26% do quadro de funcionários são mulheres. Os gigantes Facebook e Instagram possuem 35% da participação feminina em seus times. O Linkedin e o Google, 42% e 31%, respectivamente. O estudo 2018 Women in Tech também aponta um cenário desanimador: na pesquisa respondida por 14.616 desenvolvedores de software (dos quais pouco mais de 10% eram mulheres), as mulheres na faixa dos 25-34 anos são quase 2 vezes mais propensas a ocupar cargos juniores. A probabilidade salta para 3,5 vezes para mulheres acima dos 35 anos. Mas nem tudo pode estar perdido. O mesmo relatório aponta que as mulheres jovens hoje em dia estão 33% mais predispostas a estudar ciência da computação do que as mulheres nascidas antes de 1983. Sinal de que a tecnologia está despertando maior interesse nas meninas, mesmo diante do pouco estímulo de brincadeiras que não se refiram à habilidade de cuidadora. O Cuponation, plataforma de descontos online pertencente à alemã Global Savings Group, compilou em um infográfico algumas mulheres icônicas na área de tecnologia citadas na lista “mulheres mais poderosas na tecnologia”, pela revista Forbes em 2017. Confira!

No estudo 2018 Women in Tech, as linguagens de programação mais conhecidas entre as mulheres são, respectivamente, Java (69,1%), Javascript (62,6%), C (61,2%) e C++ (53%).

Jovens mulheres estão 33% mais predispostas a aprenderem ciência da computação comparado às mulheres nascidas antes de 1983. Mulheres acima de 35 anos representam 20,4% dos cargos juniores, contra 5,9% dos homens na mesma faixa etária.

Havia uma lacuna de 20 pontos percentuais entre homens e mulheres acima de 35 que começaram a programar antes dos 16 anos. Atualmente esta diferença diminuiu para apenas 7 pontos percentuais.

Nenhum dos códigos de desconto exclusivos disponíveis em nosso site podem ser publicados em qualquer outro website ou meio de comunicação sem o expresso consentimento por escrito por parte de CUPONATION Brasil. Todas as promoções são escolhidas por nossa equipe e estão corretas na data da publicação.

O CUPONATION Brasil é operado pela Promotrend do Brasil Serviços de Marketing e Divulgação Ltda. | CNPJ/MF 15.237.104/0001- 91

Rua dos Pinheiros, 498 - Pinheiros | CEP: 05422-000 | São Paulo - SP

Telefone de contato
+55 (11) 4302-3187

contato@cuponation.com.br

Diretores Representantes
Adrian Renner
Gerhard Trautmann

Copyright 2016 - CUPONATION Brasil. Todos os direitos reservados.